Cubana Aviación lança vôo Guarulhos – Havana

Imagem meramente ilustrativa.

Imagem meramente ilustrativa.

A companhia aérea Cubana lançou, a pouco, a novíssima aeronave IL-96; com autonomia de vôo para 14 horas (pra se ter uma idéia, dá para ir de Havana à Moscou sem parar para abastecer).

A aeronave é dividida em duas classes; o Clube Tropical (equivalente à executiva) e a classe turística. No total são 262 assentos, sendo dezoito deles destinados ao Clube Tropical (que entre os serviços costumeiros de bordo, dispõe de berços para bebês). Na classe turística, as poltronas seguem em trios. A partir do segmento ‘31’, no entanto, são partilhadas em duplas.

Durante a viagem, é servida refeição completa (que pode variar de acordo com o horário do vôo – café da manhã, almoço ou jantar) e serviço de bar. Algumas bebidas típicas (como o rum ‘Havana Club’), ainda engarrafadas, podem ser compradas como produtos de free shop.

O lançamento da aeronave em terras brasileiras acontece em 10 de julho deste ano. A Sanchat oferecerá bloqueio semanal para vôos de quarta-feira com destino à Havana (saída de Guarulhos – SP). Consulte seu agente de viagens.

Sanchat recebe prêmio em Cuba

Durante a FITCuba 2013, a Sanchat Tour foi homenageada pela iniciativa de levar brasileiros à conhecer o país, com um prêmio entregue pelo governo de Cuba. Desde sua fundação, a empresa é pioneira em destinos do Caribe.

O prêmio foi anunciado durante jantar de gala oferecido ao Ministro de Turismo do Brasil, Gastão Vieira, no resort Paradisus Princesa Del Mar.

Da esquerda para a direita: Ministro de Turismo do Brasil Gastão Vieira, Ministro de Turismo de Cuba Manuel Marrero Cruz e diretor Presidente da Sanchat Roberto Silva.

Da esquerda para a direita: Ministro de Turismo do Brasil Gastão Vieira, Ministro de Turismo de Cuba Manuel Marrero Cruz e diretor Presidente da Sanchat Roberto Silva.

FITCuba é o principal evento de promoção do turismo em Cuba. Este ane o Brasil foi escolhido como país homenageado. Segundo o Ministro Manuel Marrero Cruz, em 2012 Cuba recebeu quase três milhões de turistas, um crescimento de 4% em relação ao ano anterior. Ainda em 2013, devem ser inaugurados outros oito novos hotéis. Já para o próximo ano, um centro de golfe (com 450 apartamentos) e um parque aquático também estarão abertos aos turistas.

A incrível Havana

‘- Fazer o quê em Cuba?”. Não se espante; é mais comum ouvir isso do que se imagina. Quem nunca sonhou ir a Cuba não tem idéia do leque de atrações que Havana propõe. Algumas históricas, outras peculiares e muitas propostas artísticas aos diferentes gostos e culturas.

havana_0001

O city tour pela velha e nova Havana é historicamente surpreendente. Dá um certo choque de realidade ver o quanto a cidade sofreu com a revolução. No centro histórico, principalmente, é comum encontrar ruínas e casas com famílias residindo lado a lado (prédios rachando a ponto de desabar). A fábrica de charutos é uma destas construções com vista para alguns prédios claramente em risco. A sorte é que estão a muitos metros de distância. Marque no seu caderninho; durante a visita a fábrica, recomenda-se comprar até duas caixas de charutos e pedir nota fiscal. Se você for barrado no aeroporto, na melhor das hipóteses, vão cobrar taxas extras pelos charutos excedentes (isso acontece para não prejudicar a exportação do país). Tem quem arrisque e não é parado pela polícia. Mas… Seguro morreu de velho.

havana_0002

Em Havana velha está o famoso bar ‘La Bodeguita’; recinto dos intelectuais pré-revolução. Hoje o lugar é quase um marco histórico; impossível de se sentar e tomar uma ‘Bucanera’ (a não ser que você não esteja em grupo e dê a sorte de não encontrar outros turistas ali). Uma opção é curtir o restaurante que construíram atrás, para dar conta de tantos curiosos e admiradores da boa e velha boemia.

Outros pontos marcantes (e indispensáveis) são a catedral e as antigas sedes do governo militar.

havana_0004

Na Havana pouco mais globalizada, também conhecida como Havana Nova, temos a casa do Daiquiri (bebida feita com limão, típica de lá), a feira de artesanato (visita obrigatória – até pelos preços de lembrancinhas e bibelôs) e os tradicionais cabarés.

Quando estive em Havana, fui em dois deles; o Cabaré Parisien (a poucos passos do Hotel Nacional) e o Tropicana. Não curti muito o Parisien. Não pela qualidade do espetáculo, que era inquestionável; mas pelo lugar em si. Muito pequeno para o número de espectadores. Quando em lotação máxima, fica difícil até de levantar para ir ao banheiro.

havana_0003

Já o Tropicana é algo assim… Sensacional! O clube foi criado por um norte-americano e seu filho, então botânico. O espetáculo acontece ao ar livre. Foi construído um palco em meio a rica vegetação do lugar. A infra-estrutura, as plantas que se misturam aos jogos de luzes, formam um show particular. Na noite em que estive presente, assisti ao ‘Tambores in Concert’; um mix da cultura antiga, trazida pelos africanos, com o mambo e suas vertentes contemporâneas. Se você vai a Cuba, não deixe de conhecer o Tropicana.

Rolou até  funk brasileiro no meio da apresentação. 

 

O ballet cubano, tradicionalíssimo mundo afora, também marcou presença no espetáculo.

Jamais me perdoarei por não ter ido ao ‘Buena Vista’, talvez o mais famoso clube de dança e música típica de lá. Quem foi, disse que não há lugar melhor.

Para todas as atrações noturnas e diurnas, há pontos turísticos nos próprios hotéis com folhetos, horários e valores (que, geralmente, variam). Algumas delas, aliás, podem ser compradas com seu agente de viagens. A Sanchat possui funcionários em Cuba para auxiliá-lo durante toda a sua estada.

Carros antigos passam a todo instante pela cidade. Alguns donos cobram por passeios beira-mar.

Carros antigos passam a todo instante pela cidade. Alguns donos cobram por passeios beira-mar.

Universidade de Havana.

Universidade de Havana.

 

Rua Brasil (próximo a Casa do Daiquiri).

Rua Brasil (próximo a Casa do Daiquiri).

Praça da Catedral

Praça da Catedral

Fomos a inauguração do Meliã Marina – Varadero

Aproveitando o ano do Brasil em Cuba, a Sanchat foi conferir o lançamento do Meliã Marina, novo resort da rede espanhola em Varadero. Nem precisamos dizer que o grupo é pioneiro em ambientes luxuosos em Cuba (a ver o Las Américas e Paradisus Princesa Del Mar); portanto, já era de esperar um espetáculo arquitetônico.

Estátuas huamanas na inauguração do Meliã Marina em Varadero, Cuba.

Estátuas huamanas na inauguração do Meliã Marina em Varadero, Cuba.

Construído na área da Marina Gaviota Varadero, o all inclusive é totalmente dedicado aos fãs da vida ‘aquática’. Iatistas, mergulhadores, pescadores e ‘praieiros de carteirinha’.

São seis categorias de quartos; desde standards a apartamentos de dois dormitórios, e um andar com serviço premium personalizado chamado ‘The Level’ (onde os hóspedes tem check-in privativo, serviços de chá e lanche, traslados, SPA no quarto etc).

Suíte no andar premium 'The Level'.

Suíte no andar premium ‘The Level’.

Tudo lá é grandioso, a começar pelo lobby, que mais parece um shopping center, e a vista para a Marina, de onde saem lanchas, catamarans e jet skis. Como todo resort que se preze, chegar a praia é um senhor exercício. Mas compensa (e muito). Outras atividades recreativas disponíveis no próprio Meliã são fitness center, SPA, bares, quadras e cinco piscinas.

O hotel ainda não está 100% concluído. A previsão para o término da construção é em 2014. Estão em fase final, inclusive, uma casa de música, centro de mergulho e toda infra-estrutura de uma marina particular (reservada aos hóspedes, mas cobrada a parte do serviço all inclusive).

Lobby do resort.

Lobby do resort.

Restaurante com vista para a marina.

Restaurante com vista para a marina.

Yhi-SPA

Yhi-SPA

Vai para Cuba? Troque seus euros por CUCs

Cuba, assim como a Coréia do Norte, é um país de câmbio duplo. Lá há o peso cubano, ou CUP, e o peso conversível; o CUC. Este último foi criado visto a desvalorização do peso cubano as demais moedas internacionais. A cotação é estabelecida pelas casas de câmbio oficiais de Cuba. Por se tratar de uma moeda então artificial, os bancos internacionais não reconhecem o CUC; cabendo ao próprio governo cubano a conversão de outras moedas.

dinheirocuba

Leve euros (e deixe os dólares para os free shops do Panamá). Por quê? Pela complicada relação Cuba – Estados Unidos, o dólar sofre uma taxação que pode chegar a 10% e 20% de desvalorização; válido também para cartões de crédito internacionais (se o seu cartão faz parte de alguma instituição bancária americana, saiba que ele não será aceito no país).

“- Tá, mas porque levar euros?”, você me pergunta. Porque ganha-se mais na conversão (além de não ser tributável).

Existem casas de câmbio no aeroporto, em hoteís e vários pontos de Havana e Varadero.

Para outras informações, clique aqui.

Você curte salsa?

De 08 a 12 de julho acontece em Varadero, Cuba, a semana de salsa. São cinco dias de competições, aulas com professores da Academia de Dança, espetáculos, jantares e outras cositas mas. O pacote, vendido pela Sanchat, inclui aéreo com saídas de Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. São seis noites de hospedagem no hotel SuperClubs Breezes Varadero (com sistema all inclusive).

O voô, aliás, é via Panamá (e seus maravilhosos free shops).

lamina_danca_frente

Segunda 08/07 – Quebrando o Gelo
20h – Jantar de Boas Vindas no Restaurante Principal
23h – Noite de Salsa na Discoteca: Mira Quien Baila!

Terça 09/07 – Grande die Cubano
10h – Jogos na Piscina
14h30 – Grande dia Cubano no Bar da Praia. Comida Cubana. Aulas de Coquetelaria. Jogos de Animação. Música ao vivo. Aulas de danças típicas cubanas. Espetáculo folclórico.
19h30 – Jantar e Espetáculo Cubano no Restaurante Principal.
21h – Concerto de Orquestra de Primeira Linha no Centro Noturno da localidade (Opcional, Consultar preço local).

Quarta 10/07 – Noite do Pijama
10h30 – Jogos na Praia. Competições.
14h – Aulas de Salsa com professores da academia de dança.

21h – Espetáculo de variedades no Restaurante Principal.
23h – Festa do Pijama na Discoteca (Dance Salsa de Pijama).

Quinta 11/07 – Maratona de Salsa
10h30 – Jogos e Competições na Piscina
14h – Aulas de Salsa com professores da academia de dança.
17h – Maratona de Salsa no Centro Noturno da localidade (Opcional, Consultar Preço Local).
20h30 – Tempo livre para jantar.
23h – Noite de Karaokê

Sexta 12/07 – Noite de Competições
10h30 – Competições e triátlon na praia.
14h – Aulas de Salsa com professores da academia de dança.
19h30 – Jantar de Gala no Restaurante Principal.
23h – Competição de Salsa na Discoteca

Consulte sua agência de viagens.

Curiosidades sobre o visto de Cuba

Você sabia que o visto de Cuba (para turista) é tirado a cada vez que você visita o país? E você sabia que eles não carimbam diretamente no seu passaporte?

936951_4672920910092_416226213_n

Pois é; a cada visita é necessário que se faça o pedido de um novo visto. Ele é enviado em uma folha solta com os dados pessoais do passageiro e as informações do passaporte. Quando você entra no país, o papel é partido ao meio. O governo fica com uma via e o você com a outra. O carimbo também é feito nela.

Isso acontece, principalmente, pelo relacionamento Cuba – Estados Unidos. A embaixada americana facilmente negaria o visto à um turista frequente de Cuba (e porque não dizer “vice e versa” – já que os cubanos não morrem de amores pelos yankees).

O visto é feito pela Sanchat Operadora no Brasil ou in loco na Embaixada de Cuba.

Sanchat Brasília: (61) 3445-1555
Embaixada de Cuba (setor consular): (61) 3248-4710